DELAYING AND DECISION // ADIAMENTO E DECISÃO

“Delaying a decision is not a guarantee that the issues involved will also be delayed”.

Delaying decisions is different from procrastinating. Delaying is planing for a better moment, procrastinating is avoiding action. Delaying a decision brings some risk, procrastinating is never good.

It might happen that plans made don't work out and when it comes to action the best scenario isn't set yet. It might be some details or resources. Even doing a good plan that can happen. If the chance for a delaying is possible, it could be a good solution. The thing is, because we don't control everything,  that's the reason for delaying, some details might not be delayed. You can delay to go to the dentist, but it doesn't guarantee the pain is going to be delayed too.

Even the decision for a delaying is critical. It can become a situation to rethink the reasons, the actions and also the goals to be reached. It may be necessary.

That's it.

Denison

“Adiar uma decisão não garante que os pontos envolvidos na decisão também serão adiados”.

Adiar decisões é diferente de procrastinar. Adiar é planejar para um momento mais apropriado, procrastinar é evitar a ação. Adiar uma decisão traz algum risco, procrastinar nunca é bom.

Pode acontecer dos planos não darem certo e quando chega a hora de agir o cenário ideal não está pronto. Pode ser por detalhes ou recursos. Mesmo fazendo um bom plano isso pode acontecer. Se adiar for possível, pode ser um boa solução. O negócio é que porque não controlamos tudo, essa é a razão para adiar, alguns detalhes podem não ser adiados. Você pode adiar ir ao dentista, mas isso não quer dizer que a dor de dente vai ser adiada também.

Até a decisão para adiar é crítica. Pode se tornar uma situação para repensar as razões, as ações e também os alvos a serem alcançados. Pode ser necessário.

É isso.

Denison

REMOTE STARTING / PARTIDA À DISTÂNCIA

🇺🇸 As a convenience modern cars are coming with this feature: we can start the engine from distance. Last year I’ve got my first car with this feature, which is very nice. I live in an one-story building apartment and it’s cool I can start the car inside my apartment.
First of all, this is awesome on cold or hot days. I can start the car minutes before leaving and when I get inside the car is already warmed or cold. Second of all, it’s good to warm up the engine before staring to drive. These two reasons make a huge difference. Of course we are getting more and more comfortable on how technology is making life simple. We tend to become a little more accommodated with these conveniences, because it requires less effort from us to do things.
The remote start feature makes me think about the difference that make when we are prepared before things happen. Some people struggle with this. Usually leave to the last minute to get prepare for what’s coming. It could be before a school text, or a job interview, or for a presentation, or when you’re going to travel. They use to think “I got this” and leave the preparation for later, probably never. I remember my dad saying this when we’re traveling. He got lost and kept trying to find the way by him self (of course we didn’t have GPS at that time and he usually didn’t check on the map before the trip). Usually we spent more time in the car than we should, but I loved him anyway.😁
Maybe that’s is your struggle, but what I can tell you is that a remote start is really cool, not only for a car, but for several situations in life. Once we start to use it, we cannot live without it!
That’s it.
Denison

🇧🇷 Como uma comodidade, carros modernos vêm com o recurso de partida automática à distância. Ano passado comprei meu primeiro carro com esse recurso, que é muito bom. Moro num apartamento num prédio de um andar e é muito legal poder ligar o carro de dentro do apartamento.
Primeiro, é maravilhoso em dias frios e quentes. Poder ligar o carro minutos antes de sair e quando chegar no carro já estar aquecido ou resfriado. Segundo, porque também é bom esquentar o motor do carro antes de dirigir. Essas duas razões fazem muita diferença. Claro que estamos ficando cada vez mais confortáveis com o que a tecnologia está simplificando a vida. Corremos o risco de ficar mais acomodados com essas facilidades, porque exigem menos esforço da nossa parte para fazer coisas.
O recurso de partida à distância me faz pensar na diferença que faz quando nos preparamos antes das coisas acontecerem. Tem gente que sofre com isso. É comum deixarem para se prepararem na última hora. Pode ser pra prova na escola, pra entrevista de emprego, para uma apresentação ou quando vão fazer uma viagem. Pensam: “deixa comigo” e deixam a preparação para depois, provavelmente nunca. Lembro do meu pai dizendo isso quando a gente viajava. Ele se perdia e ficava tentando achar o caminho por ele mesmo (claro que não tínhamos GPS e ele não olhava no mapa antes). Normalmente perdíamos mais tempo dentro do carro que precisávamos, mas mesmo assim eu amava ele.😁
Talvez seja um problema pra você, mas posso te dizer que partida à distância é muito legal, não somente para o carro, mas pra várias situações na vida. Uma vez que começa a usar, não consegue ficar sem!
É isso.
Denison