SPEED AND FLEXIBILITY // VELOCIDADE E FLEXIBILIDADE

“The way to help people to develop a more flexible personality is by applying speed to their actions”.

Have you seen the trick where we quickly flex a pencil between the fingers and we have the illusion that the pencil is bending? It is cool! It is the speed that makes the whole thing looking like real.

We can apply this principle when dealing with personalities. Some people have a hard personality. They don't have a flexible mind. They don't like changes. They are not open to new things. Sometimes, probably a lot of times, we have to deal with people with these characteristics. To help them to develop a more flexible personality we have to apply high speed to the actions they are involved. Speed will also have impact over them, just like it does to the pencil.

But aren't we talking about an illusion? The sense that they can do more things faster will give them the confidence that they can also deal with new things.

That's it.

Denison

“A maneira de ajudar pessoas a desenvolver uma personalidade mais flexível é aplicando velocidade em suas ações”.

Você já viu o truque onde se balançarmos rapidamente um lápis entre os dedos vamos ter a ilusão de que o lápis está flexionando? É muito legal! É a velocidade que faz todo o negócio parecer real.

Podemos aplicar esse princípio quando lidamos com personalidades. Algumas pessoas têm personalidade dura. Não têm uma mente flexível. Não gostam de mudanças. Não estão abertos a novas coisas. Às vezes, talvez muitas vezes, temos que lidar com pessoas com essas características. Para ajudá-las a desenvolver uma personalidade mais flexível temos que aumentar a velocidade das suas ações. A velocidade também vai ter impacto sobre elas, igual ao lápis.

Mas não estamos falando de ilusão? O senso de que eles podem fazer coisas mais rápido vai dar confiança de que também podem lidar com novas coisas.

É isso.

Denison

TEA // CHÁ

🇺🇸 I’m not a tea fan. When I was a kid my mom used to make black tea at home and I didn’t like to drink because of the taste and for being very hot. I don’t like to eat anything very hot. To cool the tea down, I used to drop some ice cubes on it. My taste for tea never got better, for any kind of tea.
 My wife loves tea. She drinks tea every day, at least two bottles with no sweet! I know all about how good it is and I’m not against tea, I just don’t care about it. But tea makes thing about something else, about essence. The process allows the herb to release its essence, the best there is on it. The process is not comfortable at all, but it’s not enough to destroy the essence. In fact is exactly the opposite.
 So to get the essence there’re two options: one way is to drink the tea, the other way is to eat the herb. But people say that the tea captures the essence in a way our body will process better. Also there’s the infusion, the vapor, which is good for our breathing. The boiling process easily can represent what happens in life. Having success in life has also to do with going through tough situations that can release our essence, our personality. We usually think we’re like herbs, subjected to life’s events, but we can be different than that. We can put ourselves in situations where our personality will be sharpened.
 If you want to become the best version of yourself don’t just keep waiting for what’s is going to happen to you. If you know how better you can be, move yourself toward the source of life’s transforming power.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Nunca fui fã de chá. Quando era criança minha mãe fazia chá mate Leão em casa e eu não gostava muito de tomar, por causa do gosto de por causa de ser muito quente. Não gosto de comida muito quente. Eu colocava gelo no chá para esfriar. O gosto nunca se desenvolveu, por chá nenhum.
 Minha esposa gosta de chá. Toma todo dia pelo menos duas garrafas de chá puro sem doce nenhum! Eu sei o quanto chá faz bem e não tenho nada contra, só não curto. Mas chá me faz pensar em algo, sobre essência. O processo permite que a erva libera sua essência, o que tem de melhor nela. O processo não é agradável, mas também não é suficiente para destruir a essência. Na verdade é bem o contrário.
 Pra ter a essência temos duas opções: uma é tomar o chá; a outra é comer a erva. Mas as pessoas dizem que o chá captura a essência da erva de um jeito que é melhor para nosso corpo absorver. Além disso tem a infusão, o vapor, que é bom pra respiração. O processo da fervura pode representar o que acontece na vida. Ter sucesso na vida tem a ver com passar por situações difíceis que liberam nossa essência, a personalidade. Pensamos que como ervas estamos sujeitos às circunstâncias da vida, mas pode ser diferente. Podemos nos colocar em situações onde nossa personalidade vai ser aprimorada.
 Se você quer ser a melhor versão de si mesmo, não fique aí, só esperando pelo que vai acontecer com você. Se sabe quão melhor pode ser, se direcione para a fonte do poder transformador da vida. 
É isso.
Denison 

BOTTLE // GARRAFA

🇺🇸 Every seed has its own time to germinate. That time is related with the kind of tree it’ll become. In nature it doesn’t matter when the seed will bloom. We are more concerned about time. If we don’t interfere everything is going to be ok. Same with words. If we take care of them, they will flourish on the right time.
 Today’s word is BOTTLE. There’s no mystery on its etymology. Bottle comes from the french boteille, from the latin butis, a latinization of the greek bouttis. The meaning is a “vessel”, a recipient most used to hold liquid. In ancient times it could be made of leather and clay. Glass bottles were first produced in east Asia around the year 100 B.C. It was not only good to carry, but also to preserve the liquid inside.
 Glass, aluminium, plastic, ceramic, thermal, vacuum, insulated are just few examples of products used to make bottles today, not mention the huge variety of shapes. There is one thing very interesting in bottles. It’s not about it’s utility, but it’s how the bottle doesn’t change with the content inside. You can drop hot or cold, creamy or watery, the content will take the shape of the bottle. This is consistence. Think about a lot of things that are becoming part of our life these days. Are those things changing the form of what we are, or are we strong enough to let them stay in our life not changing the essence of what we are?
 How confident would you be with a bottle that looses its shape and isn’t strong enough to hold the content? Don’t think about the others, this is something you should be concerned about yourself.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Sementes têm seu tempo para germinar. Esse tempo está relacionado com o tipo de planta que se tornarão. A natureza não se preocupa com o tempo. Nós é que nos preocupamos com ele. Se não interferirmos tudo vai ficar bem. As palavras também. Se cuidarmos delas, germinarão no tempo certo.
 A palavra de hoje é GARRAFA. A palavra foi tomada do árabe gurfit, que vem de garafa, que significa “servir”. Era o recipiente usado para guardar líquidos e usado para que as pessoas fossem servidas com ele. Nos tempos antigos eram feitas de couro e barro. Garrafas de vidro foram primeiramente produzidas no leste da Ásia por volta do ano 100 a.C. Boas para carregar e também para preservar o conteúdo.
 Vidro, alumínio, plástico, cerâmica, térmicas, a vácuo, são alguns exemplos dos tipos de garrafas que são fabricadas hoje, sem mencionar a grande variedade de formatos. Tem uma coisa interessante nelas. Não apenas sobre a utilidade, mas como garrafas não mudam por causa do conteúdo. Você pode derramar liquido quente ou frio, cremoso ou ralo, que não vai mudar a sua forma. Isso é consistência. Pense em quantas coisas que fazem parte da nossa vida hoje. Elas estão mudando o formato do que somos ou somos fortes o suficiente para não permitir que mudem a essência do que somos?
 Quanta confiança você teria numa garrafa que muda de forma e não é forte o suficiente para manter o conteúdo? Não pense nos outros, isso é algo que você deveria se preocupar consigo mesmo. 
É isso.
Denison