ONLINE GRADES // NOTAS ONLINE

🇺🇸 Are we dominated by technology already? Maybe not like in Matrixx movie, but more like we are allowing technology to get our attention more than we should. We create this need and keep justifying with defensive arguments. This battle will still go on until we find a healthful way to use it in our daily routine.
 There’re two things I consider intriguing on this subject: There’re so many articles and videos warning us about the excessive use of technology and how can we access them? Through technology. Does it make sense? The other is about how much adults blame children for being addicted on using smartphones, but adults are as much addicted as children. The difference is children don’t care of justifying their addiction.
 Recently I’ve read an article about schools adopting to share students’ grades online so parents can have immediate access to them and that can help the parents to work on their children’s academic progress. Now they noticed the parents are becoming obsessive about checking the grades all the time. I would hate is they have this online system when I was in middle school. My mom would drive me crazy more than she did. So it seems that even good reasons can bring new problems. For me is evident the problem is not on the devices, but in how we’re managing our own life. How can we get the best of all worlds?
 We can’t. We have limits. There’re things we can only get if we give up another one. It’s a self-discipline issue and we're losing it. There’s a cure for that. But who likes to take medicine? That is another problem.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Já estamos dominados pela tecnologia? Talvez não como no filme Matrixx, mas mais como deixando a tecnologia dominar nossa atenção mais do que devia. Criamos essa necessidade e ficamos justificando com argumentos defensivos. Essa guerra vai terminar quando encontrarmos um jeito saudável de usá-la.
 Têm duas coisas que me intrigam nisso: Existem tantos artigos e vídeos alertando sobre o uso excessivo da tecnologia e como podemos acessa-los? Através da tecnologia. Isso faz sentido? A outra coisa é o quanto os adultos acusam as crianças de serem viciadas em usar smartphones, mas adultos usam tanto quanto as crianças. A diferença é que as crianças não se importam em justificar sua dependência.
 Recentemente li um artigo sobre escolas adotando o sistema de acesso online às notas dos estudantes, assim os pais podem ver imediatamente a nota e acompanhar o desenvolvimento dos filhos. Agora notaram que os pais estão ficando obsecrados em ficar checando as notas o tempo todo. Eu odiaria se tivesse esse sistema quando eu estivesse no ensino fundamental. Minha mãe ia me enlouquecer mais do que fazia. Parece que bons motivos podem criar novos problemas. É evidente que o problema não está nos aparelhos, mas em como lidamos com eles. Da pra ter o melhor de todas as coisas?
 Não da. Temos limites. Certas coisas só teremos se abrirmos mão de outra. Questão de auto-disciplina e estamos perdendo isso. Existe cura, mas quem gosta de tomar remédio? Aí já é outro problema. 
É isso.
Denison 

NO TICKET AND NO ID // SEM PASSAGEM E SEM DOCUMENTO

🇺🇸 We leave in a more and more scared world. Each movement made can raise suspiciousness and reactions. Check-point securities, X-Ray screening machines, metal detectors, security procedures for one hand offer safety, on the other hand expose how threatened it seems that we are anywhere.
 A passenger was removed from an airplane in Atlanta airport, causing a fight delayed. In fact, she was removed from the airport too. She was sitting in a seat that other passenger claimed the seat. The flight attendants came to solve the situation and asked the lady for her boarding pass. She said she had thrown out the boarding pass and had forgotten her ID at home. After that the security come and removed her.
 When this news was reported there was no further information about how that happened. Nobody could explain how she could pass through the security check point and through the boarding without any documentation. Now authorities are expecting for the FBI getting involved in the case. For sure this will raise the bar for the concerns about security, specially in the airports. Unless it’s something planned for testing the level of the security, which proves that something is not working totally good, I think we can expect for more rigor when security issues were necessary. What else could we expect?
 Things like that happen in the personal level of life too. Things we let scape from our attention and turn into not good surprises. It can happen once, but we have to raise some flag if it’s happening always.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Vivemos num mundo cada vez mais assustador. Cada movimento feito pode levantar suspeita e reações. Check-in de segurança, máquinas de Raio-X, detectores de metal, procedimentos de segurança nos oferecem segurança por um lado, mas por outro expõem as ameaças que nos cercam em todo lugar.
 Uma passageira foi removida do avião no aeroporto de Atlanta, atrasando o vôo. Na verdade, ela foi removida do aeroporto também. Ela estava sentada numa poltrona que outro passageiro disse ser sua. Os comissários de bordo pediram à mulher que mostrasse cartão de embarque, mas ela disse que tinha jogado fora e que tinha deixado a identidade em casa. A equipe de segurança chegou e levou ela dali.
 Quando essa notícia foi veiculada não haviam mais informações sobre como isso aconteceu. Ninguém pode explicar como ela passou pelo check-in de segurança e embarcou no avião sem nenhuma documentação. Agora autoridades esperam a ação do FBI no caso. Com certeza isso vai elevar o nível das preocupações com segurança, especialmente nos aeroportos. A menos que tenha sido algo planejado para testar a segurança, o que prova que algo não está funcionando 100%, acho que podemos esperar por mais rigor quando envolver segurança. O que mais poderá acontecer?
 Situações assim podem acontecer na vida pessoal. Deixamos passar coisas da nossa atenção e se tornam em problemas. Pode acontecer uma vez, mas temos que criar um alerta se acontecem sempre. 
É isso.
Denison 

THE MEAT WAR // A GUERRA DA CARNE

🇺🇸 Recently reports were published from the result of a three years research involving 4 million people saying that eating red meat (beef and pork) is not direct related with illness and deaths. The analysis, according to the researchers, points that the link to red meat affecting health negatively is really small.
 Promptly medical and health institutions and organizations responded attacking and questioning the articles and conclusions that came from this new research. So, apparently, we have a new war started. Since World War II eating meat was considered as a privilege of high classes. Then on the 70’s, with the health revolution, red meat consuming dropped drastically and the higher the class less meat they eat.
 So the big question is: whom should we believe? On one hand we have the traditional studies saying that there’s no need for more studies on this field once there’s a consistency on relate eating red meat with problems to health. On the other hand, new information is brought to the scenario. New researchers affirm they did receive any outside fund to run the research, so there’s no conflict of interest. But there is one point all parts agree on: the risk of eating red meat affects the individual, it cannot be measured for a large group of people. So, at the end, it seems to be more about a personal choice to be made.
 This issue raises a very good point: it something that each one should decide for themselves. Just going with the crowd doesn’t mean it will be good for us. We must be responsible for our own decisions.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Relatórios recentes foram publicados com o resultado de uma pesquisa de 3 anos envolvendo 4 milhões de pessoas, dizendo que comer carne vermelha (bovina e suína) não tem relação com doenças e morte. A análise aponta para uma ligação muito pequena entre carne afetando negativamente a saúde.
 Prontamente instituições e organizações médicas e relacionadas à saúde responderam atacando e questionando os artigos e conclusões da nova pesquisa. Aparentemente temos uma nova guerra. Desde a Segunda Guerra Mundial comer carne se tornou um privilégio das classes altas. A partir dos anos 70, o consumo de carne vermelha caiu e agora quanto mais alta a classe menos carne se consome.
 A grande questão é: em quem acreditar? Por um lado temos estudos tradicionais dizendo que não há necessidade de mais estudos no assunto já que há consistência em relacionar carne vermelha com problemas de saúde. Por outro lado, nova informação foi apresentada. Pesquisadores afirmam que não receberam recursos externos para a pesquisa e portanto não há conflito de interesses. Mas em um ponto as partes concordam: o risco de comer carne vermelha afeta o indivíduo, não pode ser medida em grande grupo de pessoas. Assim, no final, parece ter algo mais a ver com decisões pessoais.
 Esse assunto desperta um ponto: cada um deveria decidir por si mesmo. Seguir a opinião da multidão não significa que vai ser algo bom pra nós. Precisamos ser responsáveis em nossas próprias decisões. 
É isso.
Denison 

THE PROPOSAL // O PEDIDO DE CASAMENTO

🇺🇸 No wedding happens without a proposal. It’s all part of the enchantment that involves the dream of getting married. It became a title of a movie, at least as a title, because movies are packed with uncountable scenes where a fallen in love guy asks for the “yes” of his so loved bride to be. Love is always in the air.
 Sometimes also under the water. One of the things about a proposal is the creativity. The way the question is made, the timing, the unexpectedness and of course the size of the ring. Every proposal is a motivation to the next one to be even more incredible. There’re no limits to the creativity when it comes to “popping the big question”. But sometimes the dream of true love ends up in a horrible nightmare, sadly.
 A couple from Louisiana went to spend wonderful day in a resort in Tanzania, Africa. The guy planned a special occasion to make the proposal. The resort is one of the most amazing in the world. Their room was 30 feet underwater and then could sleep and wake up seeing beautiful fishes. In one of the moments the girl saw a different kind of fish knocking at the window’s glass. It was her boyfriend with a snorkeling mask and a written note in a plastic bag. That was the proposal. She gladly said “yes” to it, of course. The guy never came back out of water alive. So far, nobody knows what happened. It became the worst day. 
 For how long can we still handle this crazy world? The good quickly become bad. Evil is spreading more and more, everywhere. Every day is a new lesson on how to stay alive and happy, over and under water.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Casamento nenhum acontece sem um pedido. É parte do encanto que envolve o sonho de se casar. Já virou nome de filme, pelo menos de um, e olha que filmes estão lotados de incontáveis cenas de homens apaixonados pedindo pelo “sim” de sua tão amada futura noiva. O amor está sempre pelo ar.
 Às vezes também debaixo d'água. Uma das marcas do pedido de casamento é a criatividade. A maneira que o pedido é feito, o momento, o efeito surpresa e é claro o tamanho do anel. Cada pedido é a motivação para um outro ser ainda mais incrível. Não existe limites para a criatividade quando se trata de fazer a “grande pergunta”. Mas às vezes o sonho do amor verdadeira se transforma em um pesadelo.
 Um casal do Estado de Louisiana foi passar uma temporada em um hotel de luxo na Tanzânia, África. Ele planejou fazer o pedido lá. É um dos mais incríveis hotéis no mundo. O quarto que eles ficaram fica a 10 metros abaixo d’água e eles dormiam e acordavam vendo os peixes. Num dos momentos ela viu um tipo diferente de peixe batendo no vidro da janela. Era o namorado com uma máscara de mergulho e uma nota num saco plástico. Era o pedido. Ela respondeu “sim” toda feliz, é claro. O namorado não conseguiu sair de dentro d’água vivo. Até agora, ninguém sabe o que aconteceu. O dia se tornou o pior.
 Quanto tempo ainda dá pra se viver neste mundo louco? O bem rapidamente se torna em mal, que se espalha por todo lugar. Cada dia é uma nova lição para se manter vivo e feliz, acima e debaixo d'água.
É isso.
Denison 

JACOBABAD

🇺🇸 Do you know what is it? Have you ever heard of it? Jacobabad is a city in Pakistan. The country is located between Afghanistan, Iran and India, also bordering with China’s southwest. Jacobabad is located in the middle of the country, in the province of Sindh. Current population is 200,815 and it was founded in 1847.
 Jacobabad is been considered the hottest city in the world. The average temperature during the year is 93ºF. In the summer is 105ºF. The record high is 127ºF, although the highest temperature ever recorded is 134ºF in California. There’s a dispute between Jacobabad and Turbat, also in Pakistan, as the hottest city in the world, but people thing soon Jacobabad will take the fist place definitely.
 In the beginning September of 2019 the heat caused a power outage cutting out the air-conditioner in the hospital ICU killing eight babies. Those who work in the field have to take a break from noon to 3 to support the heat. People ask: How’s life in the hottest city in the world? Here is the answer of one of the residents of the city: “Even if it so hot as if the land were on fire, we would keep working”. All they think is that they need to finish everything they have to do in just few hours because time (and the heat) doesn’t take a break. What an example of efficiency and determination before struggles and crisis! 
 I use to say that all that people need is a good excuse. With a good excuse you can get a lot. So what’s your choice before the challenges of life: to use excuses or to face the heat or cold to get things done?
That's it.
Denison 

🇧🇷 Você sabe o que é isso? Já ouviu falar? Jacobabad é uma cidade no Paquistão. O país está localizado entre o Afeganistão, Irã e Índia, também fazendo fronteira no sudoeste da China. Jacobabad fica no meio do país, província de Sindh. A população atual é de 200.815 e a cidade foi fundada em 1847.
 Jacobabad está sendo considerada a cidade mais quente do mundo. A média da temperatura no ano é de 34ºC. No verão é de 41ºC. O máximo registrado foi 52.8ºC, embora a maior temperatura já registrada na Terra é de 56ºC na Califórnia. Existe uma disputa com Turbat, também no Paquistão, como cidade mais quente do mundo, mas especialistas dizem que logo Jacobabad vai tomar o primeiro lugar de vez.
 No começo de setembro houve uma queda de energia cortando o ar condicionado da UTI do hospital e 8 bebês morreram. Quem trabalha no campo tem que fazer uma pausa do meio-dia às 3 para aguentar o calor. As pessoas perguntam: como é viver na cidade mais quente? A resposta de um morador de lá: “Mesmo que esteja tão quente a ponto de sair fogo do chão, temos que continuar trabalhando”. Tudo que eles pensam é que precisam terminar todo trabalho nas poucas horas que têm, porque o tempo (nem o calor) dá uma pausa. Que exemplo de eficiência e determinação diante de problemas e crises!
 Eu digo que tudo que as pessoas precisam é de uma boa desculpa. Com ela se consegue muito. Qual sua escolha diante dos desafios: dar desculpas ou enfrentar calor e frio pra fazer o que tem que fazer?
É isso.
Denison 

READING BEFORE SLEEP // LER ANTES DE DORMIR

🇺🇸 Recently a site that do reviews on mattresses and sleep products conduct a survey about their sleeping habits. They were concerned about good sleeping and bedtime habits and routines. They surveyed 1,000 people and released the results analyzing how people behave when they go to bed.
 The first thing they found out is that people that read before sleep feels good about that and that’s the reason they keep doing it. According to the survey, 8 percent of people read in bed every night, 7 percent read five to six nights, 12 percent three to four and 11 percent read one or two. The average of the time spent reading in bed is 43 minutes. Also, 96 percent of readers recommend read before sleep to others.  
 According to the participants, 76 percent are satisfied with their sleep quality. They indicate the results of the habit. Read in bed helps with relaxation, reduces stress, induces sleep, centers the mind and improves sleep quality. Almost three quarters believe they would have a hard time to sleep without reading. The survey also reveals that those who read before sleep make more money than those who don’t read. It also has impact in the health habits. Those who read before sleep have more inclination to take care of their health like eating healthy and to keep regular check-ups with doctors and dentists.
 The habit of reading is good in every aspect, no questions about it. The point is not in which part of the survey you are, but if you’re connecting your life with every good thing possible, even sleeping.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Recentemente um site de avaliação de colchões e produtos para dormir fez uma pesquisa sobre hábitos do sono. Eles queriam saber como o sono está relacionado com hábitos e rotinas. A pesquisa foi feita com mil pessoas e os resultados foram publicados mostrando como as pessoas se comportam na cama.
 A primeira coisa que notaram é que as pessoas que lêem antes do dormir se sentem bem com isso e é por isso que fazem. Segundo a pesquisa, 8% das pessoas lêem todas as noites, 7% lêem cinco ou seis noites, 12% de três a quatro e 11% uma ou duas noites na semana. A média do tempo gasto na leitura é de 43 minutos. Também, 96% dos leitores recomendam outras pessoas lerem antes de dormir.
 Segundo os participantes, 76% está satisfeito com a qualidade do sono. Eles indicaram os resultados do hábito. Ler na cama ajuda a relaxar, reduz o stress, induz ao sono, centraliza a mente e melhora a qualidade do sono. Quase 3/4 acredita que teriam problemas para dormir se não lessem. A pesquisa também revelou que os que lêem antes de dormir ganham mais dinheiro do que os que não lêem. Também tem um impacto nos hábitos de saúde. Os que lêem têm maior inclinação para cuidarem da saúde, como, se alimentar saudavelmente, e manter uma rotina regular de check-ups médicos.
 Leitura é bom em todo aspecto, não há dúvidas. A questão não é em qual parte da pesquisa você se encontra, mas se você está conectando sua vida com as boas coisas possíveis, mesmo dormindo.
É isso.
Denison 

A GOLF BALL AND A DEATH // UMA BOLA DE GOLFE E UMA MORTE

🇺🇸 A 60 years old man died in the Atlanta’s suburb two days after been hit in an incident. The hitting caused skull and legs fractures. This story has a tragic end and makes us think about how far the consequences of our reactions can go. Sadly that man won’t be able to share with us his version of the story.
 Another man was driving by the street when he saw the 60 years old man stood in front of a house close to the trash cans. According to the driver the man made a move like throwing something and subsequently his car, a Mercedes, was hit by a golf ball. He drove back to the spot, had an argument with the man, who'd threw a trash can over his car. He swerved and ended up hitting another trash can. When he stopped and got out of the car, he saw the man laid down on the ground. This is the driver’s version.
 The police is investigating the case now. Besides the driver’s testimony, the police has a footage of a neighbor’s camera, a calling from a witness to 911 service. The first analysis of the footage shows some contradiction of the driver’s version. Also the deceased’s brother was talking to him at the phone when the incident happened and listen part of the conversation. The incident happened on July 30. On August 12 the driver turned himself to the police after warrants against him have been issued. The driver is been charged of murder and aggravated assault. The case is going to court and the driver will plead not guilty.
 It’s early to get a conclusion on what really happened, but it could ended in not a tragic way. Of course a situation like that could be easily solved with a racional conversation. That one and some many others. 
That's it.
Denison 

🇧🇷 Um homem de 60 anos morreu nos subúrbios de Atlanta dois dias após ter sido atingido num incidente. Ele sofreu fraturas no crânio e nas pernas. Essa trágica história nos faz pensar sobre até que ponto nossas reações podem chegar. Infelizmente o homem não vai poder contar a sua versão da história.
 Outro homem estava dirigindo pela rua quando viu o homem de 60 anos em frente a uma casa junto de latas de lixo. De acordo com o motorista, o homem fez um gesto de atirar algo e em seguida seu carro, uma Mercedes, foi atingido por uma bola de golfe. Ele retornou ao local e teve uma discussão com o homem, que teria jogado uma das latas de lixo no carro. Ele tentou desviar e atingiu outra lata de lixo. Quando parou e desceu do carro, viu o homem caído no chão. Esta é a versão do motorista.
 A polícia está investigando o caso. Além do testemunho do motorista, a polícia tem um vídeo de uma câmera da casa vizinha e a ligação de uma testemunha para a emergência. A primeira análise do vídeo mostra alguma contradição com a versão do motorista. O irmão do falecido, que falava com ele ao telefone no momento, também ouviu parte da conversa. O incidente aconteceu em 30 de julho. Em 12 de agosto o motorista se entregou após alguns mandados de prisão. Ele está sendo acusado de assassinato e agressão grave. O caso irá a julgamento e o motorista se declara inocente.
 É cedo para tirar conclusões do caso, mas poderia não ter terminado de forma trágica. Claro que é uma situação que facilmente poderia ter sido resolvida de forma racional. Essa, bem como muitas outras.
É isso.
Denison