WHEN REALITY COMES TRUE / QUANDO A REALIDADE ACONTECE

🇺🇸 I was impressed with the story I read recently. I don’t know if it’s because I’m from the movie generation, but I always did a very good distinction between life in the screen and reality. For me screen is for entertainment, but after internet it’s for information too. This story is beyond what I’ve seen so far.
In 2011 Amy Fry-Pitzen took her 6 years old son, Timmothy, to a road trip. Plans are to see a zoo and a water park. Three days later her body was found in a hotel room. She committed suicide leaving a note saying that her son was with people who love him and she wrote: "You’ll never find him”. The boy is lost since then. It’s horrible, because there was no clue about what happened. But in the article they said that 8 years later the boy showed up again more that 300 miles from his hometown. That’s incredible! He was wandering through a neighborhood and a young woman call the policy. He identified himself as Timmothy Pitzen saying he had escaped from two man who kept him captive for 7 years and he wanted to go home. The police took him to the hospital and he told them the whole story and even identified the kidnappers.
Just few days later I followed the link where I saw the story and something new happened. I got really frustated, but the story ends with the revelation through DNA tests that that guy wasn’t Timmoty Pitzen. Shocking. The family now is devastating again and again, nobody knows what really happened.
Having answers is very important to me. What a shocking story, that shows we are so small and impotent. I hope for Timmothy to return to his family. I always hope for better days with truthful answers.
That’s it.
Denison

🇧🇷 Fiquei impressionado com uma história que li recentemente. Não sei se é porque sou da geração dos filmes, mas sempre distingui bem entre a realidade e a telinha. Pra mim a telinha é pra diversão, mas depois da internet também serve pra informação. Essa história vai além de tudo que já vi até agora.
Em 2011, Amy Fry-Pitzen levou seu filho de 6 anos, Timmothy, pra uma viagem. Iam passar no zoológico e no parque aquático. Três dias depois o corpo dela é encontrado num hotel. Ela suicidou deixando uma nota dizendo que seu filho estava com quem o amava e disse: “Vocês nunca o encontrarão”. É horrível, porque não ficou nenhuma pista do que aconteceu. Mas no artigo diz que 8 anos depois o menino apareceu de novo mais de 500 Km distância de onde morava. É incrível! Ele estava vagando numa vizinhança e uma jovem chamou a polícia. Ele se identificou como Timmothy dizendo que havia escapado de dois homens que o mantiveram cativo por 7 anos e que queria ir pra casa. A polícia levou ele pro hospital e ele contou toda história, inclusive identificando os seqüestradores.
Poucos dias depois, eu segui o link da história e algo novo aconteceu. Fiquei mesmo frustrado, mas a história termina com a revelação por teste de DNA que o rapaz não é Timmothy Pitzen. Chocante! A família agora está devastada de novo e mais uma vez não se tem idéia do que aconteceu.
Ter respostas é importante pra mim. Que história chocante, mostra quão pequenos e impotentes somos. Espero que Timmothy volte para sua família. Espero por melhores dias com respostas verdadeiras.
É isso.
Denison