ACTIONS AND INTEGRATION // AÇÕES E INTEGRAÇÃO

“Nothing brings more power to action than integrating people”.

Action is power! Action is a way to generate power! When we feel that we are having lack of energy, the best way to deal with that is starting to do something. It is reinvigorating!

The most powerful form of action is when people are working together. It creates an exponential source of power. Working together is an opportunity to create a contagious enthusiasm. When we understand that, we spend most of our energies in finding ways to create multiple forms of integration between everybody involved. We can call that, synergy. It is when all the different personal energy shared is absorbed and blended originating new chemistry.

Those combinations have the power to make people do incredible things that we can barely describe, but it is so easy to believe it!

That's it.

Denison

“Nada traz mais poder às ações do que integrar pessoas”.

Ação é poder! Ação é uma maneira de gerar poder! Quando sentimos que estamos tendo falta de energia, a melhor maneira de lidar com isso é começar a fazer algo. É revigorante!

A mais poderosa forma de ação é quando pessoas trabalham unidas. Isso cria uma fonte exponencial de força. Trabalhar unidos é uma oportunidade de criar um entusiamo contagiante. Quando entendemos isso, investimos mais nossas energias em encontrar meios de criar múltiplas formas de integração entre todos envolvidos. Podemos chamar de sinergia. É quando todas diferentes energias pessoais são partilhadas e absorvidas originando uma nova química.

Essas combinações têm o poder de levar pessoas a fazerem coisas incríveis que mal podemos descrever, mas é muito fácil de acreditar!

É isso.

Denison

BOREDOM // TÉDIO

🇺🇸 I have this idea that working in a field is tough. Of course that idea comes from the past, when people had no access to today’s technologies. Usually we keep the image of a handwork. I remember to visit “brother" Davino, in Tupã, working under the sun in his peanut plantation. I know how hard he did.
 Different from him, I’m from the city. I think most of the city boys would think that work in a field under the sun, digging the soil, pushing a plowshare to open the holes and spreading the seeds, wouldn’t bring any motivation. Most of them are used to play video games, or play in the concrete, or inside the house, not doing any tough handwork. Usually after doing something different from that they will say: “I'm bored!”  
 This is today’s word: BOREDOM. We’ve heard so much this word lately and I’m pretty sure some grown ups get very irritated with it. To be bored is a state where nothing is enough to please us. The word comes from the proto-germanic burōną, which means “to pierce”. Have you seen a ratchet brace? It’s a kind of drill that we use to make a hole in a wood piece, by rotating a U-shape grip. If you’re working with something like that you have to spend a long time stand, just rotating the grip. Soon you’ll be bored. We try to make life so exciting with enthusiastic actions, that we can’t handle common activities anymore. 
 The boredom state is what makes us try something different. So it’s not bad at all to get bored sometimes, if that creates in us the desired to something better, like to get an electric drill to make holes more easily.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Tenho a idéia de que trabalhar no campo é duro. Claro que essa idéia vem do passado, quando não havia acesso às tecnologias de hoje. Normalmente temos a imagem de um trabalho manual. Lembro do “irmão” Davino, em Tupã, dando duro na sua plantação de amendoim. Sei o quão duro ele trabalhava.
 Diferente dele, sou da cidade. Acho que a maioria dos criados em cidade achariam que trabalhar no campo, debaixo do sol, cavando, arando a terra, abrindo buracos e jogando sementes, não traz motivação. A maioria deles está acostumada com video games, brincar no concreto ou dentro de casa, sem dar duro. Normalmente depois de fazer algo diferente já reclamam que estão com tédio.
 Esta é a palavra de hoje: TÉDIO. Às vezes irrita ouvir gente reclamando que está cansada, com tédio de fazer qualquer coisa. Tédio é um estado de espírito onde nada satisfaz. A palavra vem do latim taedere, que significa “cansar” e tem relação o grego sikkhos, de “algo que é doentio”. Quando a gente está doente não tem disposição pra nada. Já o estado de tédio vai além da doença, porque pode se tratar de uma indisposição para fazer algo, só que é uma indisposição de origem na mente, uma falta de vontade. Isso é pior do que estar doente. A gente não encontra o remédio para essa condição na farmácia.
 O estado de tédio pode nos levar a tentar algo diferente. Não que seja tão ruim sentir tédio de vez em quando, se despertar uma vontade por algo melhor. Ainda bem que o remédio não está na farmácia.
É isso.
Denison