DREAMING AND ACCOMPLISHING // SONHAR E REALIZAR

“We can make our dreams fly as higher as we can, then spend all your energies on creating a place to land them”.

Dreaming represents freedom. We are free to dream. The more we dream, the stronger becomes our desire for freedom. And that is what moves people to fight from their freedom, as Dr. Martin Luther King would say.

Dreaming is like getting into an airplane and fly high. For me, one of the best feelings is to reach heights. Although we are free to dream, we were not made to stay flying. Soon we will need to get down and find a solid ground to land. That move requires energy. Landing is more difficult than taking off. Where are you spending most of your energy? Keeping your dreams wandering through out the air or bringing down to a safe landing? Without landing we are going nowhere.

Accomplishments are forms of landing. You can dream as much as you want, but use your energy to do the best of your dreams to come true.

That's it.

Denison

“Podemos fazer nossos sonhos voarem o mais alto possível, então gastamos todas as energias em criar um lugar para pousarem”.

Sonhar representa liberdade. Somos livres para sonhar. Quanto mais sonhamos, mais forte se torna nosso desejo por liberdade. É isso que move pessoas que lutam pela sua liberdade, como diria o Dr. Martin Luther King.

Sonhar é como entrar num avião e voar alto. Para mim, uma das melhores sensações é atingir as alturas. Embora sejamos livres para sonhar, não fomos feitos para ficar voando. Logo vamos precisar descer e pousar em terra firme. Esse movimento requer energia. Pousar é mais difícil do que decolar. Onde você está investindo mais energia? mantendo seus sonhos vagando pelo ar ou fazendo eles descerem para um pouso seguro? Sem pousar não iremos a lugar nenhum.

Realizações são formas de pouso. Você pode sonhar o quanto quiser, mas use suas energias para fazer o melhor dos seus sonhos se tornar realidade.

É isso.

Denison

ACTIONS AND THOUGHTS // AÇÕES E PENSAMENTOS

“Actions need to be trained as much as thoughts”.

When I started my professional life I fell in love for training process. For me it was something that made that whole sense, helping people to improve, to reach goals, to become part of great accomplishments.

Then I started to hear people saying that training wasn't good. We should leave people to develop naturally. At first I kind of struggle with that, but then it started to make sense that training is a natural process too. That is why training is a way to make thoughts and actions to reach the best of their potential. The problem is when we disconnect thoughts and actions. By training both, we not only reach our goals, but we create a new sense of accomplishments.

Constant learning leads to constant training. Every step, every level of progress enrich who we are, what we do and where we are going.

That's it.

Denison

“Ações precisam ser treinadas tanto quanto os pensamentos”.

Quando comecei minha vida profissional fiquei apaixonado por processos de treinamento. Para mim fez todo sentido ajudar pessoas a melhorar, a atingir objetivos, se tornar parte de grandes realizações.

Então comecei a ouvir dizerem que treinamento não era bom. Que devíamos deixar as pessoas se desenvolverem naturalmente. A princípio fiquei confuso, mas passou a fazer sentido que treinamento é um processo natural também. Por isso treinamento é como melhor podemos fazer pensamentos e ações alcançarem seu potencial. O problema é desconectar os dois. Treinando ambos, não apenas alcançamos os alvos, mas criamos um novo senso de realização.

Constante aprendizado leva a constante treinamento. Cada passo, cada nível de progresso enriquece quem somos, o que fazemos e aonde queremos chegar.

É isso.

Denison

CREATING A PLANNING // MONTANDO UM PLANEJAMENTO

🇺🇸 Usually I like to make things simple, but when it comes to planning people like to simplify so much that if I try to do it too there’ll be nothing left. Planning doesn’t need to be complicated, but it has to be detailed. We can use a planning for any thing, like personal tasks and, of course, business development.
 Think about planning, like, when you have to change batteries on a device. It doesn’t matter the kind of device and even the type of battery, there’s always a little drawing showing how the batteries show be placed. You have the choice of keep trying to find the right position or just follow the instruction and the device will be working right away. It’s up to you to choose, but following the planning will make it easier.  
 When doing planning I like to use the Planning Quadrant (not the Time Management quadrant). They are:
WHAT: all the actions involved in the event that’s be planning. Every action will be covered here.
WHO: every person responsible for every action. It’s important for them to know their responsibility.
WHEN: the deadlines when every action should be accomplished. Set up reminders for that. It’ll help.
HOW: resources needed to accomplished the actions. When you have options you can pick what’s best.
 Just writing a calendar is not planning, that’s part of the planning. These four points can cover everything. 
 The good thing about planning is that it gives power over what’s going on. A device can suddenly stop to work, but new batteries can fix it and the planning is right there, behind the scene, making all things work.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Gosto de simplificar as coisas, mas quando se trata de planejamento tem gente que simplifica tanto que se eu simplificar mais não vai sobrar nada. Planejamento não tem que ser complicado, mas tem que ser detalhado. Pode se usar para qualquer coisa, como tarefas pessoais e, claro, em questões de negócios.
Pense em planejamento, tipo, quando você tem que trocar baterias de um aparelho. Não importa o aparelho e o tipo de bateria, sempre vai ter um desenho mostrando como as pilhas devem ser colocadas. Você pode escolher tentar por si mesmo achar a posição certa ou pode seguir a instrução e o aparelho vai funcionar na hora. A escolha é sua, mas seguir o planejamento vai ser mais fácil.
Gosto de usar o Quadrante do Planejamento (não o Quadrante do Gerenciamento de Tempo). Eles são:
O QUE: todas as ações envolvidas no projeto planejado. Cada ação vai ser listada e coberta aqui.
QUEM: cada pessoa responsável em cada ação. É importante que eles saibam da responsabilidade.
QUANDO: os prazos para cada ação ser concluída. Coloque lembretes para isso. Vai ajudar.
COMO: recursos necessários para concluir as ações. Quando temos opções podemos pegar a melhor.
Escrever um cronograma não é planejamento, é parte dele. Estes quatro pontos podem cobrir tudo.
O bom do planejamento é que dá poder sobre o que acontece. Um aparelho pode parar de funcionar de repente, mas novas pilhas podem resolver isso e o planejamento está lá, por detrás, fazendo acontecer.
É isso.
Denison