TEA // CHÁ

🇺🇸 I’m not a tea fan. When I was a kid my mom used to make black tea at home and I didn’t like to drink because of the taste and for being very hot. I don’t like to eat anything very hot. To cool the tea down, I used to drop some ice cubes on it. My taste for tea never got better, for any kind of tea.
 My wife loves tea. She drinks tea every day, at least two bottles with no sweet! I know all about how good it is and I’m not against tea, I just don’t care about it. But tea makes thing about something else, about essence. The process allows the herb to release its essence, the best there is on it. The process is not comfortable at all, but it’s not enough to destroy the essence. In fact is exactly the opposite.
 So to get the essence there’re two options: one way is to drink the tea, the other way is to eat the herb. But people say that the tea captures the essence in a way our body will process better. Also there’s the infusion, the vapor, which is good for our breathing. The boiling process easily can represent what happens in life. Having success in life has also to do with going through tough situations that can release our essence, our personality. We usually think we’re like herbs, subjected to life’s events, but we can be different than that. We can put ourselves in situations where our personality will be sharpened.
 If you want to become the best version of yourself don’t just keep waiting for what’s is going to happen to you. If you know how better you can be, move yourself toward the source of life’s transforming power.
That's it.
Denison 

🇧🇷 Nunca fui fã de chá. Quando era criança minha mãe fazia chá mate Leão em casa e eu não gostava muito de tomar, por causa do gosto de por causa de ser muito quente. Não gosto de comida muito quente. Eu colocava gelo no chá para esfriar. O gosto nunca se desenvolveu, por chá nenhum.
 Minha esposa gosta de chá. Toma todo dia pelo menos duas garrafas de chá puro sem doce nenhum! Eu sei o quanto chá faz bem e não tenho nada contra, só não curto. Mas chá me faz pensar em algo, sobre essência. O processo permite que a erva libera sua essência, o que tem de melhor nela. O processo não é agradável, mas também não é suficiente para destruir a essência. Na verdade é bem o contrário.
 Pra ter a essência temos duas opções: uma é tomar o chá; a outra é comer a erva. Mas as pessoas dizem que o chá captura a essência da erva de um jeito que é melhor para nosso corpo absorver. Além disso tem a infusão, o vapor, que é bom pra respiração. O processo da fervura pode representar o que acontece na vida. Ter sucesso na vida tem a ver com passar por situações difíceis que liberam nossa essência, a personalidade. Pensamos que como ervas estamos sujeitos às circunstâncias da vida, mas pode ser diferente. Podemos nos colocar em situações onde nossa personalidade vai ser aprimorada.
 Se você quer ser a melhor versão de si mesmo, não fique aí, só esperando pelo que vai acontecer com você. Se sabe quão melhor pode ser, se direcione para a fonte do poder transformador da vida. 
É isso.
Denison 

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s